sábado, março 13, 2010

Prof. Jesualdo ou bêbado?

Jesualdo Ferreira de seu nome, enquanto treinador do Benfica era conhecido como o bêbado, no Porto é o Sr. Prof.
Um treinador muito competente, muito táctico, constrói o jogo de trás para a frente. Sempre o tive como um conhecedor do futebol, para mim, foi durante muitos anos o adjunto que levou o Benfica ao título em 93/94. Mais tarde, em 2001-2002, o Benfica deu-lhe a oportunidade de pegar na equipa como treinador principal e recheada de bons jogadores, como Simão Sabrosa, Zahovic, Drulovic e Mantorras (antes de se ter lesionado), entre outros. Jesualdo acusou a pressão, construía bem a equipa, mas lá chegava a hora de tomar decisões importantes e aí era hora de inventar e estragava tudo...
Foi para um clube de menor dimensão e com menos pressão. Pegou num modesto Braga e com tempo pôs o seu trabalho em prática e o seu trabalho teve os seus frutos.Justificar completamente
Sem o prever, dado que Adrianse fartou-se de ser pau mandado de Pinto da Costa, aceita rumar ao Porto, quando se preparava para tentar colocar de novo o Boavista como um grande do futebol português.
Treina o Porto no primeiro ano com uma equipa preparada pelo Holandês e não inventando muito lá consegue ganhar o campeonato. Difícil era perdê-lo, dado toda a estrutura montada à volta do Porto. Naquela altura o Porto tinha de ganhar, com favores de tudo e de todos. Para treinador bastava um pau mandado e Jesualdo aceitou-o.
Foi cumprindo o seu trabalho num Porto onde não faltava nada, desde fruta fresca, café com leite, risca ao meio e foi ganhando uma arrogância nunca antes demonstrada com outras cores. Foi conquistando ódio pelos adeptos do futebol, mais propriamente pelos Benfiquistas que tanto o tinham em consideração. Deixou-se injectar pelo vírus suíno, sem nunca ganhar apreço por esses adeptos que querem que o seu clube ganhe a todo o custo, custe o que custar.
Hoje a sua era está prestes a chegar ao fim. Os adeptos do Benfica odeiam-no, os do Porto nunca gostaram e nunca conseguiu cativar um clube melhor para dar o salto para uma carreira europeia.
Resta-lhe abandonar a carreira como um sem abrigo, confesso que até tenho pena de um homem que podia ter tido outra sorte. Mas com tanta arrogância quem ao mais alto quer subir, ao mais baixo vai cair.
Jesualdo que sejas muito feliz longe da vista dos benfiquistas.
Carrega Benfica!

5 comentários:

Manuel Oliveira disse...

Caro Mantorras muito bom post!
Vi que passaste a seguir o meu blog, bem como a Ana_SLB e entrei aqui. Já sigo o vosso também e vou retribuir colocando o link no meu blog.
Abraço aos dois.

águia_livre disse...

Muito bom caro Mantorras

Pleno de benfiquismo, cáustico quanto baste, aflorando um tema que tem pernas para andar.O tema da prestação e modificaão na forma de ser do JUJU.
Gostei

BOM FIM DE SEMANA
.

António Pita disse...

Sou Benfiquista de coração e hoje dei com este blog. E confesso que o fanatismo, a todos os níveis e sob todas as formas me irrita solenemente. E este blog é-o.

Este post serve única e exclusivamente para insultar uma pessoa, no caso concreto Jesualdo Ferreira. Usando o insulto gratuito simples, utilizando generalizações falsas (sou adepto do Benfica, como mencionei anteriormente, e não "odeio" Jesualdo Ferreira; tenho-o até em boa consideração) e também lendo factos de uma forma, digamos que...pouco sensata (como pode Jesualdo sair como "um sem abrigo" quando foi tricampeão nacional?)

Jesualdo já treinou dois grandes nacionais, outros clubes com nomeada e história forte no futebol nacional e selecções jovens. Jesualdo é o único treinador português que venceu 3 títulos consecutivos na nossa Liga.

O Benfica continuará a vencer sem ser preciso destilar veneno. A força do Benfica passa por respeitar mesmo quem nos insulta e não jogar o mesmo jogo reles. Ser do Benfica implica fazer jus ao lema E Pluribus Unum - De muitos, um - o que implica diferenciar-mo-nos do resto, sermos quem se destaca pelas suas acções. Este post não é uma acção meritória. É um acto de vingança onde se insulta sem apelo nem agravo um profissional a passar a sua pior fase no clube onde se encontra. Não tem justificação, mesmo que essa fase má nos seja benéfica, desportivamente falando.

Cumprimentos.

P.S.- está também para provar que Drulovic com 33 anos e Zahovic com 30 (ainda por cima por troca com Marchena, na altura com 23 anos, julgo) fossem grandes jogadores que acrescentassem algo de realmente valioso ao Benfica desse tempo.

Mantorras disse...

Caro António Pita, em primeiro lugar quero agradecer o seu comentário no nosso Blog.
Em segundo, quero dizer que está a ser precipitado ao acusar-nos de sermos fanáticos quando apenas vivemos o Benfica de forma intensa e que ao contrário de outros clubes não festejaríamos títulos da maneira que alguns o conquistam. Queremos que o nosso Benfica ganhe sempre, mas dentro das quatro linhas com esforço e dedicação ao clube.
Em terceiro lugar não estou a acusar o Jesualdo Ferreira, estou a constatar uma mudança de personalidade num treinador aquando de vitórias num Porto que toda a gente conhece. O próprio Pinto da Costa, diz na cara do Mourinho (Special One): "Não ganhaste os títulos sozinho".
Em quarto, também sou um admirador do Jesualdo Ferreira como treinador, enaltecendo tais qualidades no Post, mas cada um tem as suas opiniões.
Em quinto, não sou tão romântico ao ponto de acreditar que na nossa liga existe verdade desportiva. Para mim Benfica há-de ser campeão contra tudo e contra todos e muito terá de lutar para que se criem condições para outros clubes o serem além do clube corrupto. Desculpe mas é o melhor adjectivo que encontro para descrever esse clube.
Em sexto, para mim Zahovic e Drulovic sempre foram jogadores de elite que passaram pela nossa liga mesmo quando vestiam outras cores e prefería-os com essa idade a outros bem mais novos.Mas podía referir outros nomes como Miguel, Fernando Meira, Tiago ou Sokota, entre outros. Nessa época o Benfica conseguia ter o plantel mais equilibrado dos últimos anos.

Resta-me saudar esta dualidade de opiniões, pois somos milhões de Benfiquistas, mas também milhões de opiniões. Vá aparacendo e comentando. Nós vamos continuar a viver o Benfica de forma intensa e apaixonada e no nosso Blog vamos expressar a nossa opinião, quer se goste, quer não.

Como referiu no comentário, um por todos e todos por um, cada um com a sua cabeça.

Todos somos precisos e todos havemos de tornar um Benfica maior e melhor.

Cumprimentos,

Bimbosfera disse...

Por acaso gostei, estranhamente ou não, das duas visões, quer do post quer da justificação do senhor António Pita. Realmente, a pluralidade de opiniões dá nisto, e se for de uma forma cívica, discuti-las, é sempre bom!

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

http://Bimbosfera.blogspot.com