domingo, fevereiro 16, 2020

Acordar enquanto há tempo

O Benfica voltou a perder ontem. Foram duas derrotas seguidas no campeonato contra o segundo e terceiro classificado. Ontem estivemos lá. E custou muito. Fazer tantos quilómetros, tantas horas para ver 90 minutos e sair de lá assim é uma desilusão. Nem sequer se viu um grande jogo. O Benfica esteve melhor na primeira parte mas não concretizou as oportunidades que teve. Sofremos o golo no fim da primeira parte. Tínhamos a segunda para dar a volta e não fomos capazes. O Braga fez o jogo deles. Conseguiram marcar um golo num canto que surge de um livre que não existia. Rúben Dias cortou a bola e não fez falta. Mas o árbitro Hugo Miguel mostrou mais uma vez muita incompetência. Se até aqui o Braga já queimava tempo e fazia anti-jogo depois foi ainda pior. 
Na segunda parte o Benfica pouco fez. Não esteve no mesmo nível da primeira. Quando era preciso dar tudo, não aconteceu. Não sei se pelo jogo a meio de semana, se pelas condicionantes do jogo que estava constantemente a ser parado. A sorte também não esteve do nosso lado. O que sei é que em dois jogos foram 6 pontos ao ar. Continuamos em primeiro mas agora sem margem de erro. Tem sido assim nos últimos anos. Temos que suar e sofrer sempre até ao fim. Facilidades não são para nós.

Gosto sempre muito de ir à Luz. Pudesse eu e estava lá sempre. Mas a apoiar do início ao fim. E não como vi a maioria do estádio. Tirando as claques, a maioria dos outros adeptos, salvo raras excepções, parece que estão no cinema. Não puxam pela equipa e ainda olham de lado para quem o faz. Estão lá para festejar se a coisa corre bem e de resto assobiar quando não lhes agrada. As claques ainda tentam puxar pelo resto do estádio mas não é fácil. Que no fim mostrem o seu desagrado, cada um é livre de o fazer. Durante o jogo assobiar os nossos... revolta. O estádio da Luz cheio com o tipo de adeptos dos jogos fora sim, era um inferno. Temos que estar todos JUNTOS! Somos nós o 12º jogador. Temos que ser nós a dar colinho aos nossos. Para deitar abaixo estão lá os outros.

Antes do jogo nada estava ganho. Depois nada está perdido. Seguimos líderes e é líderes que queremos acabar. Por isso vamos acordar e rumar todos para o mesmo lado, para o lado que todos queremos.

SEMPRE JUNTOS
TUDO PELO BENFICA!

sábado, fevereiro 15, 2020

Dia de voltar

O Benfica regressa hoje a casa depois de durante a semana ter garantido lugar na final da Taça de Portugal. Os jogos têm sido muito difíceis e disputados até ao fim. E não se esperam facilidades até ao final. A equipa está a sentir mais dificuldades ultimamente. É preciso manter o foco e lutar sempre até ao fim.
Hoje recebemos o Braga para o Campeonato e nós, Diário de um Benfiquista, vamos regressar à Luz. Já são muitas as saudades que a distância nos faz sentir de casa. Precisamos do Benfica! E o Benfica precisa de nós!

Logo estaremos JUNTOS, porque JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!
PELO BENFICA!

segunda-feira, fevereiro 10, 2020

Mais do mesmo

O que se esperava ontem no dragão com o Soares Dias como árbitro? Só um supersónico Benfica podia vencer ali. Mesmo assim o empate, que tendo em conta a nossa vantagem não era mau de todo, esteve perto. Desde o jogo dos 11 "Eusébios" (já foi em 2014) que o Benfica não vence o Porto com este árbitro. Porque será?

Não há palavras para mais (Comunicado do SLB). É sempre mais do mesmo naquele estádio. O Benfica sair de lá com mais 10 pontos ou até mesmo 7 era quase impossível. Felizmente já fomos numa posição que já não íamos há muito tempo. Seguimos líderes e com mais 4 pontos de vantagem. Terça-feira há mais, em Famalicão, para a Taça de Portugal. Como sempre, para ganhar! Rumo ao Jamor!

É sempre importante a nossa união, mas com o passar da época ela torna-se cada vez mais importante. Temos que seguir JUNTOS, porque JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!
SEMPRE PELO BENFICA!

quarta-feira, fevereiro 05, 2020

Sempre até ao fim!

O próximo jogo é sempre o mais importante. Depois da vitória no campeonato na sexta contra o Belenenses por 3-2, o jogo de hoje era o que interessava. O Benfica tinha a primeira mão da meia-final da Taça de Portugal em casa contra o Famalicão. Era a final do Jamor que estava em causa e não se podia facilitar e muito menos pensar no jogo de sábado antes deste. Obviamente que, com tantos jogos consecutivos, Bruno Lage teria que fazer a gestão dos jogadores da melhor maneira mas sem por em risco a Taça de Portugal. E tal como se previa o Benfica não ia encontrar facilidades pois o Famalicão tem sido uma das melhores equipas do nosso campeonato. Foi um jogo muito disputado até ao fim. O golo da vitória foi marcado por Gabriel na última jogada. Nova vitória por 3-2. Muito difícil mas coloca o Benfica com ligeira vantagem na segunda mão. Até lá há outro jogo, a partir de agora sim, é esse o mais importante. E terá que ser sempre assim, olhar para nós, para os nossos jogos, lutar sempre JUNTOS e até ao fim, PELO BENFICA, SEMPRE!

segunda-feira, janeiro 27, 2020

"Paço a Paço" rumo ao 38


O Benfica foi a Paços de Ferreira vencer o clube local por 0-2 com golos de Rafa e Vinicius. Grande primeira parte. Podiam ter sido mais golos. Notou-se muita vontade de vencer desde início dos nossos em campo e dos nossos nas bancadas, incansáveis. Mais 3 importantes pontos rumo ao principal objectivo, o Bicampeonato. Olhando sempre para nós, trabalhando com qualidade e confiança. 
Sexta-feira há mais, em casa contra o Belenenses. Vem aí um mês frenético com jogos em todas as competições sempre ao fim de semana e meio de semana. Vai haver muito Benfica e vai ser preciso muito Benfica! Sempre JUNTOS, pelo BENFICA!

sábado, janeiro 18, 2020

Rafael Alexandre Silva voltou

Fechamos ontem a primeira volta do campeonato com chave de ouro depois de vencer o Sporting por 0-2.  Foram 16 vitórias em 17 jogos. A meio do campeonato o Benfica soma 48 pontos. Inédito. Mas estamos apenas a meio. Faltam outros tantos jogos para o final. Aí sim é onde interessa verdadeiramente estar na frente. É certo que "candeia que vai à frente alumia duas vezes", mas a vantagem que alargamos ontem para sete pontos do segundo classificado não é nada de garantido. Sabemos bem, por experiência própria e recente, que sete pontos são perfeitamente recuperáveis. 

Ontem iniciava-se a última jornada da primeiro volta com dois grandes jogos. Um Porto-Braga primeiro e um dérbi lisboeta Sporting-Benfica depois. Faziam-se muitas contas, muitos cenários eram possíveis.  Podíamos ter ficado com vantagem de um ponto, de três pontos, manter os quatro pontos, ou aumentar para cinco ou para sete. Foi a última e a melhor opção. Com a vitória do Braga no primeiro jogo o Benfica já partia para o dérbi a saber que, fosse qual fosse o resultado, pelo menos os quatro pontos de vantagem mantinham-se. Mas acho que na cabeça de qualquer benfiquista já só víamos o número 7 na frente. Segundo Bruno Lage só souberam do resultado do Porto ao intervalo. E deve ter sido verdade pois notou-se uma diferença de comportamento na equipa de uma parte para a outra. O Benfica entrou melhor na primeira parte sempre na procura do golo. Na segunda parte parecia mais conformado com o empate. Nos momentos em que esteve melhor no jogo o Sporting não conseguiu marcar nem criar grande perigo salvo raras excepções. O Benfica, consciente da sua qualidade, sabia que, se acelerasse, o golo ia surgir. E a melhor indicação que isso podia acontecer veio do banco. Bruno Lage chamou a jogo aquele que estava a ser o maior desequilibrador do Benfica antes de se lesionar, Rafa. E voltou tal e qual como saiu, a marcar. Com grande classe, sem precisar de muito, no sítio certo (25cm em jogo que se viam a olho nu que precisaram de 4 minutos para tirar dúvidas com linhas), na hora certa, perfeito! Estava feito o golo da vitória. O Sporting não conseguiu reagir com qualidade para empatar a partida. A confiança da nossa equipa transbordava. Quando aos 90 minutos se percebe que ainda se vão jogar mais 10 só podia ser para entrar mais um. E foi! Seferovic acabado de entrar pôs toda a sua classe numa brilhante assistência para Rafa marcar o segundo. Só para não deixar margem para dúvidas que Rafael Alexandre Silva voltou!


E foi assim a noite de ontem. Perfeita! Seguimos ainda mais líderes. Mas o que interessa é chegar líderes no fim, com o 38 no bolso. Agora vamos ter uma semana de inntervallo até ao próximo jogo. Depois virá uma sequência intensa de dois por semana com Campeonato, Taça de Portugal e Liga Europa. Muito para jogar, muito para ganhar. Seguimos JUNTOS, sempre PELO BENFICA!

quarta-feira, janeiro 15, 2020

Todos contam

Ontem foi dia de Taça de Portugal. O Benfica qualificou-se para a meia-final da prova rainha do futebol português ao vencer o Rio Ave em casa por 3-2. Um jogo muito intenso onde foi preciso dar tudo contra uma boa equipa que vendeu bem cara a derrota e contra uma equipa de arbitragem que deixou muito a desejar. O melhor de tudo é que com tanto árbitro tenha sido o mesmo em duas eliminatórias consecutivas da Taça de Portugal. 

Há pouco mais de um ano o Benfica também recebeu e venceu o Rio Ave mas no campeonato. Foi o primeiro jogo de Bruno Lage e foi também o renascer de Seferovic. Nesse jogo que vencemos por 4-2 estivemos a perder 2-0. Os autores dos golos da reviravolta foram João Félix e Seferovic com dois golos cada um. Quando ontem estávamos a perder por 1-2 e vi Seferovic para entrar lembrei-me desse jogo. Foi aí que ele renasceu. Foi o melhor marcado da Liga. Este ano também não andava com a pontaria afinada. Ontem marcou os dois últimos golos que nos deram a passagem à próxima fase. Às vezes são jogos como este que devolvem a confiança que está a faltar e desbloqueiam o resto. Exemplo disso é o nosso pequeno em tamanho mas enorme na raça, Cervi, marcador do primeiro golo. Esta época estava a ser pouco utilizado. Quando era chamado nem sempre lhe corriam bem os jogos. E agora aí está ele, a jogar, fazer jogar e a marcar. Tem novamente a Luz a seus pés e com todo o mérito. Quem já não surpreende é Taarabt, que pulmão, que qualidade e segurança traz à equipa. Ontem só ficou a faltar um golo a Chiquinho. Há muito que o merece mas a sorte tem falhado no momento final. Mas ele vai aparecer. Da maneira que o Benfica anda a trabalhar e a jogar, quando não marca um, marca outro. Todos contam como Bruno Lage sempre disse. Isso está à vista de todos, este Benfica joga com raça, querer e ambição! A continuar assim nada nem ninguém pára o Benfica!

Mais uma passo rumo ao Jamor! Que na sexta seja mais uma passo rumo ao 38!
SEMPRE PELO BENFICA!

sábado, janeiro 11, 2020

Sofrido mas merecido!

Por vezes as maiores dificuldades surgem quando menos se esperam. Na penúltima jornada da primeira volta do campeonato o Benfica recebeu o último classificado da Liga, o Desportivo das Aves. E teve que suar muito para vencer. A jogar mais e melhor permitimos um golo deles em contra-ataque e com uma falha defensiva aos 20 minutos. E se até ali o Aves já só jogava em contra-ataque depois foi defender com tudo. Esse tudo foi adiando a reviravolta do Benfica. A ansiedade aumentava. Parecia uma daquelas noites em que nenhuma bola entrava. Mas com um Estádio da Luz incansável no apoio a uma equipa muito solidária e unida a vitória apareceu. Primeiro foi Pizzi de penalti e depois foi o nosso capitão André Almeida que pouco antes tinha sido expulso por Xistra mas o VAR repôs a verdade e apenas viu amarelo. O nosso capitão foi o Homem do Jogo! Mais do que merecido!

Aqui fica o momento da noite!


Seguimos líderes! E com mais um, Weigl, que promete ajudar na conquista do BICAMP3ONAT8!
Carrega Benfica!

domingo, janeiro 05, 2020

6 Anos de saudade


Vitória da eficácia e da união

O Benfica teve esta noite um jogo muito difícil em Guimarães contra o Vitória (0-1). Encontrou um adversário forte que lutou até ao fim pela vitória num jogo muito equilibrado. Perante as dificuldades o Benfica adaptou-se às circunstâncias. Percebeu que ia ser um jogo discutido em pormenores e onde não se podia falhar. E assim fez. Cervi marcou o golo da vitória aos 22 minutos no primeiro remate do Benfica à baliza. Depois disso foi preciso muita concentração, união e espírito de campeão. Não se podia facilitar, sob pena de deitar tudo a perder, num jogo de tanta dificuldade quando tivemos tanta eficácia  Fomos uma verdadeira equipa, jogadores dentro de campo e adeptos fora dele. São jogos como estes que podem dar títulos!

Seguimos líderes e JUNTOS, sempre PELO BENFICA, RUMO AO 38!


P.S.: Que apoio dos nossos adeptos e que jogão Taarabt!

terça-feira, dezembro 24, 2019

Feliz Natal

Um Santo e Feliz Natal a toda a família Benfiquista!
Rumo ao 38!