domingo, maio 16, 2021

Questão de honra

Ontem tivemos a confirmação do terceiro lugar neste campeonato. Vencemos o atual campeão, que ainda estava invicto, mas a vitória do Porto não nos permite alcançar o segundo lugar mesmo com uma jornada para jogar.
Em fevereiro escrevia aqui no blog a minha vontade que o campeonato acabasse rápido e trouxessem o meu Benfica de volta. Depois disso a equipa começou numa série de vitórias que até nos fez sonhar se a final iam entrar no bom caminho e o passado tinha mesmo ficado para trás. Até tive medo de escrever, não fosse eu que dava azar. Mas na receção ao Gil Vicente decidimos estragar tudo e acabar com os sonhos. O segundo lugar dependia apenas de nós e com esse resultado deixou de depender. Continuamos com um treinador que se orgulha muito de ser a equipa que tem mais pontos na segunda volta mas nem por isso conseguimos vencer o Porto em casa e voltar a aproximar-nos do segundo lugar. Lugar esse que garantia o acesso direto à liga dos Campeões. Ontem, depois de uma remontada na Madeira que começou mal mas acabou bem, só se pedia a vitória. Porque ao Benfica só se pede a vitória, sempre.  Vencer era uma questão de honra, contra um rival, o Sporting, que apesar de já ser campeão ainda não tinha perdido um jogo. O Benfica venceu mas ainda sofreu. Num jogo onde estivemos a vencer por 3-0 jamais se pensaria que iria acabar 4-3. Ainda sofremos mas vencemos. No jogo de ontem ficaram evidentes muitas das fragilidades da época como a dificuldade em segurar resultados positivos da nossa parte, mas também as falhas graves de arbitragem que nos prejudicaram e muito em toda a época.

Falta uma jornada do campeonato, o Benfica desloca-se a Guimarães, onde só a vitória interessa. Depois disso há ainda um troféu para conquistar. A Taça de Portugal joga-se a 23 de maio contra o Braga. É sempre um dos objetivos da época. Vencê-la não a salva, mas minimiza os danos.

Os 117 anos de Sport Lisboa e Benfica impõe-lhe entrar em qualquer jogo, seja a feijões ou a milhões, para ganhar. A Taça de Portugal é a prova rainha do futebol português e só se pode pensar em ganhá-la. 

O meu amor ao Benfica é maior que qualquer tristeza e por isso aqui continuo a torcer. Porque o Benfica é maior do que qualquer jogador, treinador ou presidente. E o Benfica somos nós, adeptos, todos os outros passam, só nós ficamos!

Amo-te Benfica!


domingo, fevereiro 28, 2021

A 28 de Fevereiro de 1904

Nasceu aquele que viria a ser o amor da minha vida! Celebra hoje 117 anos, o SPORT LISBOA E BENFICA!

Independentemente da fase em que o clube se encontra, o seu aniversário será sempre um motivo de celebração. São 117 anos de glória, de conquistas, de honra e prestígio. Muitos momentos altos, alguns momentos baixos, valores que nos orgulham e um lema que sempre soubemos representar e do qual nos orgulhamos, E PLURIBUS UNUM, DE TODOS UM! E por isso mesmo seguimos JUNTOS, como sempre!

Parabéns ao "meu" Benfica! Parabéns a todos os benfiquistas! Parabéns AMOR DA MINHA VIDA!



sexta-feira, fevereiro 26, 2021

Que acabe depressa...

Esta época maldita. Mas o nosso problema não é só esta época. Isto já se arrasta há mais de um ano. O problema está lá dentro, em pessoas que de benfiquistas não têm nada. Que não sentem o que nós sentimos. Há que esteja a fazer muito mal ao Benfica. E esses é que têm de acabar. Porque estão a matar o Benfica!

Ontem foi só mais uma machadada. Partíamos para a segunda mão da eliminatória contra o Arsenal com um resultado desfavorável mas acessível, que nos obrigava a marcar um golo. Ontem vi atitude e raça nos nossos jogadores como não vi noutros jogos. Mas foi o Arsenal a primeira equipa a marcar. A nossa equipa não deitou a toalha ao chão e conseguiu dar a volta ao resultado. Estivemos na frente da eliminatória a vencer e a empatar. E não conseguimos segurar nada! Eu sei que connosco quando é para correr mal, corre mesmo muito mal. Mas já estamos no charco há muito tempo. Já não devia continuar a correr mal. Já era hora de nos reerguermos como já tantas vezes fizemos. Apesar de ter visto outra atitude não vi melhor futebol. O futebol que praticamos não dá esperanças a ninguém. Jogamos demasiado para trás. Recuamos tanto que só podemos sofrer golos. Não devem conhecer os ditados "para trás mija a burra" e "para a frente é que é  Lisboa". Dizemos  muito isso por aqui ao ver os jogos, quando queremos que a equipa vá para a frente. Mas esta equipa foge de Lisboa e mijam-se que nem burros. Assim não dá. Mesmo antes antes do terceiro golo do Arsenal, quando o Benfica sobe no terreno Jesus manda recuar a equipa, viu-se o resultado, eliminatória perdida. O Benfica quando joga para o empate perde sempre. E com Jorge Jesus isso já é velho. Mas com ele já não adianta, "burro velho não aprende línguas" e este já não aprende nada, acha que sabe tudo!

Como clube popular que somos vamos acreditar que "não há bem que sempre dure, nem mal que nunca acabe". E este vai acabar. Mas é preciso "cortar o mal pela raíz"!

Saudações Benfiquistas!

sexta-feira, fevereiro 19, 2021

Saudade

Tenho saudade do Benfica que se agigantava na Europa e me fazia sonhar com títulos europeus. Tenho saudade de acreditar que venha quem vier morre. Podia não ser verdade mas acreditava nisso. Porque as equipas desse Benfica davam tudo e superiorizavam-se muitas vezes adversários mais fortes. Eu nunca vi o Benfica conquistar um troféu europeu mas já vi o Benfica fazer boa figura nas competições europeias. Num passado mais recente estivemos em finais europeias, com este mesmo treinador, e este Benfica não tem nada a ver com esse. Quem tanto sonhou com o regresso de Jesus já devia saber que a segunda passagem de um treinador pelo clube nunca foi melhor. Esta nem igual nem parecida sequer está a ser. Muda de táctica mas o futebol é o mesmo. Cansa ver esta equipa jogar. Eu que sempre fui daquelas que acreditava sempre e até ao fim, fosse contra quem fosse, agora até tenho medo do que pode sair de cada jogo. 

A presença do público faz muita falta ao Benfica. Se dúvidas havia de que o Benfica somos nós, estão dissipadas. Mas nós também precisamos que puxem por nós, que nos entusiasmem, que nos façam acreditar que o nosso apoio não é em vão. Ontem tivemos a agravante de jogar fora de casa no nosso jogo de casa devido à pandemia. Acabam por ser dois jogos fora. Não sei quem foi o responsável pela escolha do estádio, mas não foi uma escolha muito feliz. Jesus disse que escolheram Roma que também era vermelha. Mas o estádio tinha as bancadas azuis. Não sei que semelhanças tinha com o Estádio da Luz! Acho que nesse aspecto vamos sentir-nos melhor na Grécia. O estádio escolhido pelo Arsenal tem bancadas vermelhas como no estádio deles. Vamos aguardar para ver o que acontece para a semana na segunda mão. A eliminatória está em aberto mas temos que marcar pelo menos um golo. Antes ainda há jogo para o campeonato, no domingo, em casa do Farense. Cá estarei a torcer, como sempre!



segunda-feira, fevereiro 15, 2021

O amor da minha vida

Já não há paciência para este futebol. Um dia inteiro à espera de ver o amor da minha vida, para isto? Tínhamos a oportunidade de reduzir a desvantagem para o segundo lugar e conseguimos foi deixar escapar o terceiro outra vez. Não sei o que querem mais!

Fomos roubadinhos também, mas também já é habitual. Já sabemos que temos que jogar sempre mais e não o fizemos.

Eu já não tenho paciência. Até já tenho medo do próximo jogo contra o Arsenal. Mas cá estarei a torcer por ti Benfica! Porque és tu o amor da minha vida e não aqueles que tão mal te representam. 

P.S.: Enquanto escrevia este post estive a rever os lances do jogo e há clara alteração de imagens na colocação das linhas de fora de jogo no lance do penalti do Moreirense. Entre outras falhas graves como o penalti sobre Vertonghen. Roubo puro. Continuem a comer a calar como fizeram com o surto de Covid. Não defendam os interesses do Benfica. Juntar isto às fracas exibições e pouco querer vamos longe.





quinta-feira, fevereiro 11, 2021

Piscar o olho ao Jamor

O Benfica joga hoje a primeira mão da meia-final da Taça de Portugal. Nesta competição costumam acontecer surpresas. Equipas de escalões mais baixos eliminam equipas de I Liga e conseguem chegar longe na prova. Este ano o Estoril, o nosso adversário e hoje, tem sido essa equipa surpresa. Está nas meias-finais e tem o Benfica pela frente. Terão certamente a motivação em alta. Espero é que do lado do Benfica também essa motivação esteja bem elevada. Está em causa a presença na final da prova rainha do futebol português. E espero bem que não menosprezem o adversário por jogar no escalão inferior. 

No último jogo do campeonato, contra o Famalicão, vencemos. Foi importante começar a segunda volta a ganhar e para acabar com a sequência de maus resultados que vínhamos a fazer. O Benfica teve pouco mais de 10 minutos à Benfica e chegou para vencer o jogo. Por vezes nem esses minutos à Benfica temos. E por outras vezes esses minutos não chegam para ganhar, nem sempre a bola entra nesse tempo. Gostava de ter mais minutos à Benfica, quem sabe até jogos à Benfica. Que hoje seja um desses. No Estoril, jogar à Benfica e piscar o olho ao Jamor!

CARREGA BENFICA!



sábado, fevereiro 06, 2021

Deprimente

Ver esta equipa do Benfica jogar é deprimente.

Jogo após jogo nós cá estamos, a torcer, a apoiar na esperança de ver uma mudança. Na esperança de ver o Benfica a aparecer novamente. Porque isto não é o Benfica. Isto é gozar com o Benfica. E o Benfica é demasiado grande para ser humilhado desta maneira.

Os culpados, sim são vários, venham dar a cara, tenham coragem e assumam os erros. Investir tanto e tão mal, não aparecer a dar a cara desde que ganhou as eleições, está a espera de afundar mais o que já está a afundar? 

Nós não desistimos do Benfica, somos demasiado fiéis para desistir. Mas nós não nos servimos do Benfica. Aqueles que se servem do Benfica quando o deviam servir é que deviam desistir e não ficar acomodados. 

Saudações Benfiquistas!




quarta-feira, fevereiro 03, 2021

BASTA! TRAGAM O BENFICA DE VOLTA!

Segunda-feira tivemos uma grande desilusão. Enquanto Vieira adormecia na tribuna presidencial de Alvalade, nós estávamos em stress à espera de ver o Benfica reduzir a desvantagem para o primeiro classificado. Esperava uma equipa que me fizesse acreditar que ia lutar até ao fim pelo 38. 
Depois do jogo com o Porto, onde gostei da atitude da equipa apesar do empate, pensei que íamos continuar nesse registo. Mas logo de seguida veio o surto de Covid e voltámos a não ter grandes exibições com maus resultados. Quando os jogadores recuperaram e tinham logo um confronto com um rival direto na luta pelo título achei que iam dar tudo para entrar nas contas. Mas não. Não só perdemos o jogo, aos 92 (nosso minuto fatídico), como não jogamos nada e fizemos muito pouco para quem tinha que ganhar o jogo. Não é que os outros tenham jogado muito mais, mas eu não quero saber dos outros quero saber de nós. Aguentamo-nos bem na defesa mas não o tempo suficiente. E vergonhosamente conseguimos chegar várias vezes com a bola até à área  adversária e não saber o que lhe fazer. A maior parte das vezes que chegamos à área deles voltamos para trás e a bola regressava a Odysseas. As nossas jogadas começam com a bola jogada de trás, não se aposta em saídas rápidas, andam com a bola controlada de cá para lá, chegam à área e fazem o caminho inverso ou perdem a bola. Poucos remates à baliza conseguem fazer, não sei se têm medo de marcar golo sem entrar com a bola pela baliza dentro. O que é isto? Enerva ver este Benfica jogar. Falta alma ao Benfica, a este Benfica, ou melhor a esta equipa. Até quando é que isto vai continuar? 
Foi há um ano que este desmoronar começou. Depois da melhor primeira volta de sempre! Ainda ninguém nos explicou o que aconteceu. Chegou Weigl e a equipa perdeu-se. Para o fim despedimos o treinador que nos deu o milagre da Reconquista. Com o treinador interino ficou tudo igual. Mas já se sabia quem aí vinha. O salvador da pátria! Aquele que para mim nunca mais cá punha os pés. Prometeu jogar o triplo, prometeu unir a nação benfiquista, prometeu arrasar! Parece estar a cumprir. Como não é benfiquista jamais saberá o que nos une. De resto está a arrasar, mas com o clube. Se não se fizer nada temo o que ainda estará para vir. E isso custa-me tanto. O meu Benfica, a minha paixão... 
Em outubro tivemos a oportunidade de corrigir o que estava mal. Podiam não ser as melhores alternativas mas a que estava é que já tinha dado o que tinha a dar. A maioria dos sócios não quis. Alguns agora estarão arrependidos. Estava-se a prever o desfecho do filme, não valia a pena esperar para ver. Agora é tarde. Mas mais tarde será se não se fizer nada já. O tempo não pára! E o Benfica merece tudo. Que se lute contra o tempo, que se faça até o impossível, mas que se faça a bem do Benfica. BASTA! TRAGAM O BENFICA DE VOLTA!




segunda-feira, janeiro 25, 2021

Nunca serás esquecido, Miki!


 Sempre nosso Miklós Fehér

sábado, janeiro 16, 2021

Família unida

Ontem vi o que queria ver, finalmente! Vi o "meu" Benfica! Já tinha saudades. E isto do "meu" Benfica é o quê? É ter raça, é ter querer e ambição. É jogar olhos nos olhos com o adversário, sem medo, mesmo no dragão (onde tudo pode, literalmente, acontecer). 
Queria que jogassem sem medo. Cumpriram. Atendendo a várias circunstâncias, o empate até poderia não ter sido um mau resultado. Mas depois do jogo... Fiquei com uma grande sensação de injustiça por não termos conseguido a vitória. Fomos a melhor equipa em campo. A única que quis ganhar. Estivemos em vantagem com uma bela jogada finalizada de forma perfeita pelo Grimaldo. Mas permitimos o empate e não fomos capazes de dar a volta. O Porto parece o velhinho Porto, aquele dos anos 90 que ganhava por reclamar, porrada, intimidação ao adversário e aos árbitros... Para além disso perderam tanto tempo de jogo, tão à descarada que só ali é que pode acontecer sem consequências. Na segunda parte então foi para esquecer. Perceberam que não iam lá das pernas e que o Benfica não estava para brincadeiras. Era só encostar num jogador do Benfica e já estavam no chão, cada um que caía era falta. Era só escolher o sítio. Não tiveram foi oportunidade de cair na área, mal lá chegaram, porque senão havia penalti na certa. Por isso mesmo custa ter empatado contra esta equipa que jogou tão pouco. A nossa equipa teve atitude, teve garra, pressionou alto, jogou e não deixou os outros jogarem mas faltou o golo da vitória. 

Perdemos dois pontos, mas acho que ganhamos uma equipa. E foi isso que mais me agradou. Adorei ver a entrega de toda a equipa e de todos os que estavam no banco. Se for para seguir assim, tenho a certeza que temos tudo para lutar até ao fim por todos os objectivos e sermos felizes. Depois do jogo de ontem sinto que a equipa fez a família benfiquista orgulhar-se e unir-se. Nós, adeptos, estivemos e estamos sempre cá, pelo Benfica! Quando remamos todos para o mesmo lado é sempre mais fácil! 

Seguimos JUNTOS, FAMÍLIA BENFICA!