segunda-feira, setembro 19, 2011

Boa vitória!

Ontem à noite, no Estádio da Luz, o Benfica disputou a 5ª Jornada da Liga e venceu a Académica por 4-1. Depois de um jogo intenso e uma boa exibição na Liga dos Campeões contra o Manchester United, o Benfica voltou a jogar para o Campeonato com o objectivo de vencer e aproveitar o deslize do rival (porto empatou a zero em casa do Feirense) para se colar ao primeiro lugar da tabela classificativa. Um golo de Bruno César, dois de Nolito e outro de Aimar deram a vitória.

Como se esperava Jorge Jesus fez alterações no onze inicial. Matic jogou de início na vez de Javi García, Rúben Amorim e Nico Gaitán deram lugar a Bruno César e Nolito. Na frente Jesus fez descansar Pablo Aimar e regressou Saviola ao onze titular.

A primeira parte foi jogada em bom ritmo, num jogo aberto com as duas equipas a procurarem chegar ao golo. Foi o Benfica a marcar primeiro, aos 25 minutos, por Bruno César que num excelente trabalho individual soube aproveitar a assistência de Saviola. Já leva três golos marcados nesta Liga o nosso Chuta-Chuta!
O Benfica podia ter aumentado a vantagem numa oportunidade de Saviola, mas não o fez e viu a Académica chegar ao empate por Danilo aos 39 minutos. Foi perto do intervalo e não era bom ir para o descanso a empatar. E por isso mesmo a resposta não se fez esperar. Nolito voltou a por o Benfica em vantagem depois de uma grade jogada individual.

Na segunda parte o ritmo de jogo diminuiu. Mas depois da entrada de Pablo Aimar e Gaitán, para o lugar de Bruno César e Saviola, respectivamente, o Benfica matou o jogo. Aos 82 minutos foi a Aimar a aumentar a vantagem e já em período de compensação Nolito bisou e selou a vitória encarnada.

Foi uma vitória justa que coloca o Benfica com os mesmos pontos do primeiro classificado. Foi muito importante vencer, uma vez que, assim vamos ao dragão em igualdade pontual discutir o primeiro lugar.

Onze do Benfica: Artur Moraes; Maxi Pereira, Luisão, Garay e Emerson, Matic, Witsel, Bruno César (Aimar, 70’) e Nolito; Saviola (Gaitán, 70’) e Cardozo (Rodrigo, 84’).

Vídeo com os golos e melhores momentos:


1 comentário:

águia_livre disse...

Grande artigo Ana_SlB

Estou totalmente de acordo com o seu conteúdo.

Fica feliz